Logotipo

Uma grande notícia e um grande amor

Dom João Francisco Salm (12/04/2017)

Não há outra força ou energia mais poderosa do que aquela que libertou Jesus dos mortos. É o poder de Deus (2Cor 13,4). Pelo poder de Deus, quem crer em Jesus e praticar sua Palavra torna-se fonte de vida - “Do interior de quem crer em mim, jorrarão rios de água viva” (cfr. Jo 7,38); torna-se luz - “Sois Luz no Senhor” (cf. Ef 5,8); ressuscitará - “Quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá” (cf. Jo 11,25). É a vitória sobre o pecado e todos os tipos de morte. É a Páscoa do Senhor, é a nossa Páscoa, nossa esperança!

Isso nos faz entender como Jesus, ao entrar em nossa história, era movido por uma grande notícia - “Convertei-vos, o Reino de Deus chegou” (cf. Mt 3,2); e um grande amor - “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida pelos amigos” (cf. Jo 15,13). Todos nós que aderimos a Ele, feitos seus discípulos missionários, somos hoje portadores e testemunhas dessa grande notícia e desse grande amor. É nessa verdade que todos os nossos projetos, todas as nossas atividades e toda a nossa vida encontram consistência e sentido.

De fato, anunciar e ensinar a viver a vida que Jesus viveu foi a razão central da existência de um número sem conta de pessoas ao longo dos séculos. Reunidas, seriam multidões. Hoje, também nós somos movidos pela esperança de que a adesão a Cristo recria o ser humano e suas relações, tornando nova a sociedade e a humanidade toda. Por isso, pela participação na Igreja, nos envolvemos em tantas atividades.

Este ano de 2017 nos põe num contexto estimulante e desafiador: vivenciamos o Tempo Litúrgico da Quaresma, com seu apelo à conversão intensificado pela Campanha da Fraternidade, cuja temática – o cuidado com a natureza – será sempre atual e provocadora. Na mesma linha, a Diocese de Tubarão está intensamente envolvida com os preparativos da Romaria da Terra e das Águas, que terá seu ponto alto no dia dez de setembro próximo.
Vamos acolher romeiros de todo o Estado de Santa Catarina.

O Ano Nacional Mariano celebra os trezentos anos de Aparecida (também os cem anos das aparições em Fátima) e nos faz refletir sobre o papel de Maria em nossas vidas; duas Conferências Episcopais da América Latina e do Caribe têm aniversário especial: Medellin (50 anos) e Aparecida (10 anos). Completam-se quinhentos anos da Reforma Protestante, clamando por comunhão e unidade.

A Assembleia Geral da CNBB, após a Páscoa, tratará da Iniciação Cristã, assunto sobre o qual ainda teremos de falar e refletir muito. A Igreja no mundo inteiro, sob a liderança do Papa, já está às voltas com os preparativos do Sínodo de outubro de 2018: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

Não podemos esquecer a situação política e econômica do Brasil. É hora de fazermos tudo o que estiver ao nosso alcance para que a Reforma Previdenciária busque o melhor para o nosso povo.  Enfim, o sentir com a Igreja nos faz ter presentes, todos os dias, as alegrias e as dores dos nossos irmãos e irmãs. Não podemos nos acomodar.

Envolvidos e comprometidos com essas e tantas outras realidades diferentes, todas nos desafiando, tenhamos sempre claro que a energia que nos move é “uma grande notícia e um grande amor”.

MAIS ARTIGOS